Director - João Marques Teixeira

www.saude-mental.net


Acesso Reservado




Números Anteriores


ver lista completa >>

Índice

Pesquisa








Índice de Autores


Índice de Temas


Índice de Secções


Cinematerapia / Cinematherapy

Volume IX Nº6 Novembro/Dezembro 2007


  • imprimir (pdf)



  • tamanho da fonte


  • carrinho de compras


  • imprimir revista (pdf)




Casos Clínicos / Clinical Cases

Volume IX Nº6 Novembro/Dezembro 2007

Resumo / Abstract

Os autores propõem uma história clínica de dermatite artefacta, sob uma perspectiva vivencial da pessoa doente, enfatizando as características e movimentos psicológicos envolvidos em detrimento da óptica diagnóstica, pretendendo, por um lado ilustrar a singularidade da experiência individual, e por outro procurar padrões psicológicos e comportamentais deste quadro psicopatológico.
Ao longo da breve abordagem psicoterapêutica, a resolução do conflito psicosocial traduz-se numa rápida melhoria das lesões faciais, como se comprova nos documentos fotográficos.
Segue-se uma breve revisão, salientando o interface entre a mente e a pele e o enfoque nos mecanismos psicológicos subjacentes aos comportamentos de auto-indução das lesões dermatológicas da dermatite artefacta.

Palavras-Chave:
Dermatite artefacta, mente e pele, mecanismos psicológicos.

The authors propose a clinical case of dermatitis artefacta, from a vivential perspective of the sick person, emphasizing the psychological characteristics involved rather than a diagnostic perspective. The authors intend to illustrate the singularity of the individual experience, and look for common psychological and behavioural aspects.
Throughout the brief psychotherapeutic approach, the resolution of the psychosocial conflict is expressed in a fast improvement of the face injuries, as can be seen in the photographic documents.
The clinical case is followed by a brief revision of literature pointing out the interface between mind and skin, and the underlying
psychological mechanisms of self-injury in dermatitis artefacta.

Keywords:
Dermatitis artefacta, mind and skin, psychological mechanisms.

M. Martins1, L. Ribeiro2

(1) Interno do Internato Complementar de Psiquiatria, Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) EPE
(2) Assistente Hospitalar Graduada de Psiquiatria, Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) EPE


“A pele de um filho” ou “na pele de Maria” (nome ficcionado)



Maria é uma mulher de 32 anos, casada, empregada fabril.
Em Fevereiro de 2007, foi à consulta de Psiquiatria de Ligação do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia-Espinho, referenciada pelo Dermatologista, por suspeita de dermatite artefacta.
O caso clínico é delineado nas primeiras palavras da Maria: “quando ando mais nervosa reflecte-se na minha cara, o meu estado de espírito reflecte-se na cara”, esboçando o tema nuclear da sua identidade no início da entrevista

18