Director - João Marques Teixeira

www.saude-mental.net


Acesso Reservado




Números Anteriores


ver lista completa >>

Índice

Pesquisa








Índice de Autores


Índice de Temas


Índice de Secções


Piromania / Pyromania

Volume XII Nº3 Maio/Junho 2010


  • imprimir (pdf)



  • tamanho da fonte


  • carrinho de compras


  • imprimir revista (pdf)




Revisões / Reviews

Volume XII Nº3 Maio/Junho 2010


Resumo/Abstract

Nas últimas décadas vários estudos têm apontado para que o consumo precoce de Cannabis possa estar relacionado com o aumento do risco de esquizofrenia, enfatizando-se tanto a sobreponibilidade das manifestações clínico-psiquiátricas e a similitude dos respectivos achados neurofisiológicos, como as correlações estatísticas de incidência. Este artigo apresenta alguns resultados de uma revisão de literatura que pretendeu reunir e sintetizar a evidência científica nesta área, e também identificar estratégias de intervenção que é necessário pôr em prática e/ou investigar. Conclui-se que o consumo de Cannabis constitui um factor de risco importante para o aumento da ocorrência de esquizofrenia, sobretudo nos adolescentes. Neste sentido, os profissionais da área de saúde mental deverão implementar intervenções que visem sobretudo a prevenção (primária) do consumo nos jovens, nomeadamente acções de educação para a saúde dirigidas a adolescentes, pais e professores.

Palavras-chave: Cannabis; esquizofrenia; psicose; doença mental.


Over the last decades, several studies have suggested that early Cannabis use may be related to increased risk of schizophrenia, based on the observed overlap and similarities in their psychiatric symptoms and neurofisiological findings, and also because of their statistically correlated incidence rates. This article presents some results of a literature review that aimed at collecting and analyzing the scientific evidence in this field, identifying intervention strategies that are necessary to implement and/or investigate. The results of the review point to the Cannabis use as an important risk factor for increased occurrence of schizophrenia, particularly in adolescents. Therefore, primary prevention interventions targeting the use of Cannabis by adolescents should be provided and implemented by mental health professionals, mainly by health education interventions in the community, aimed at adolescents, their parents and their teachers.

Key-words: Cannabis; schizophrenia; psychosis; mental illness.



Eduardo José Ferreira dos Santos

Enfermeiro
ejf.santos87@gmail.com



Elisabete Joana Gomes Fernandes

Enfermeira
enf.joanafernandes@gmail.com



Gonçalo José Félix e Matos

Médico do Internato Complementar de Psiquiatria (3º ano) no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Coimbra
gfelixmatos@gmail.com



Maria Luísa da Silva Brito

Enfermeira, Professora Adjunta na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra; Mestre em Psiquiatria e Saúde Mental
lbrito@esenfc.pt





Introdução



A esquizofrenia é uma doença mental grave, crónica e muito incapacitante, surgindo habitualmente no final da adolescência ou no início da idade adulta. A sua prevalência atinge os 1-1,5%[1, 2].
A clínica da doença é multiforme, englobando uma diversidade

36